Trabalhadores de Alagoas são resgatados de trabalho análogo à escravidão em fazenda no ES

  • 15/05/2024
(Foto: Reprodução)
Doze pessoas de Penedo viajaram com a promessa de trabalhar em uma lavoura de café, porém não estavam sendo pagas e viviam em situação precária. Elas foram resgatadas após denúncia. Trabalhadores alagoanos foram resgatados após denúncia de trabalho análogo à escravidão Assessoria MTE Doze alagoanos da cidade de Penedo foram resgatados na noite desta terça-feira (14) de uma fazenda no Espírito Santo após denúncia de que viviam em situação análoga à escravidão. Eles viajaram com a promessa de trabalhar em uma lavoura de café, mas disseram que não estavam recebendo o pagamento pelas atividades. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram Os próprios trabalhadores, 11 homens e 1 mulher, que fazia a função de cozinheira, conseguiram gravar um vídeo onde relataram a situação a qual estavam sendo submetidos. Nele, os trabalhadores disseram que não havia café suficiente para colheita e que estavam morando em situação insalubre, sem água tratada para beber e em um local com muitos insetos. Além disso precisavam pagar pela comida e a dívida já estava em R$ 11 mil. Os documentos pessoais dos trabalhadores ficaram retidos pelo dono da fazenda, o que impedia o retorno deles para Alagoas. O vídeo chegou ao conhecimento da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Alagoas, que acionou a Polícia Militar capixaba para resgatar os trabalhadores. O superintendente Cícero Filho informou que os militares foram até o local, averiguaram a denúncia e confirmaram os fatos. A operação de resgate contou com a participação do Ministério do Trabalho, Polícia Federal e Ministério Público da União. Participe do canal do g1 AL no WhatsApp "Eles tinham chegado no estado do Espírito Santo há cerca de 12 dias. Os trabalhadores agora estão acomodados em um local adequado, onde durante o dia de hoje [quarta-feira] vão prestar depoimento e todos os procedimentos serão adotados pelo MTE para instruir a autuação e resguardar os direitos desses trabalhadores", explicou o superintendente Cícero Filho. A condução dos trabalhadores para Alagoas deve ser feita pela Polícia Federal. Ainda não há previsão para quando eles devem chegar no estado. "Agora é aguardar o retorno desses trabalhadores para Alagoas, para que os demais procedimentos sejam adotados", disse Cícero. Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL Veja mais notícias da região no g1 AL

FONTE: https://g1.globo.com/al/alagoas/noticia/2024/05/15/trabalhadores-de-alagoas-sao-resgatados-de-trabalho-analogo-a-escravidao-em-fazenda-no-es.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. Raridade

Anderson Freire

top2
2. Advogado Fiel

Bruna Karla

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes